'Não me prendo a nada que me defina. Serei o que você quiser, mas só quando eu quiser.' Clarice Lispector

domingo, 27 de novembro de 2011

Está tudo assim, tão diferente...



Objetivos alcançados, sonhos não realizados, dias que passam cada vez mais rápido.
Maturidade, aprendizagem, descoberta de que crescer pode ser muito mais dolorido que se pensa.
Sair do estado de inércia, não aceitar as coisas como são, querer sempre mais.
Conhecer o mundo, novas pessoas, novo jeito de viver dias iguais.
Olhar para o passado, sentir o coração apertado por pessoas que ficaram por lá.
Seguir adiante, muitas vezes sozinha, com o coração chorando.
Sensação de que mesmo com tantas conquistas, falta algo.
Uma amor? uma paixão? provavelmente...
Viver o hoje, intensamente! Sem deixar que as más experiências do passado façam o coração esfriar.
Não temer pelo amanhã.
Esperança que o melhor estar por vir e que continuar olhando pra frente é preciso com determinação, coragem.
Não deixar ser vencida pela solidão.
Entender melhor que nada é por acaso e que o processo de aprendizado é contínuo.
Reclamar menos, viver mais.
Sonhar e realizar...
Na certeza que estou na melhor fase da minha vida e o que as vezes o que parece estar tão longe pode estar mais perto do que imagino, mesmo estando assim......tudo tão diferente!

3 comentários:

angel red disse...

O estado de solidão é algo mt particular, é estado de espírito. Nos deram uma fórmula de sucesso que abraçamos como se somente ela existisse. Ter alguém é legal e importante, mas não é sinônimo de companhia e cumplicidade, mt menos significa o fim da solidão. Pense nisso. Como vc msmm diz: "o aprendizado é contínuo", qnd vc se "resolver consigo msm" encontrará o que procura.

Hadassa disse...

Adorei seu blog...
Vou seguir vc... Ótimo post!

Domingão feliz pra vc...

=))

Fernando Gonçalves disse...

Olá, parabéns pelo seu blog.
Te convido a conhecer o meu,
http://carmasepalavras.blogspot.com/

;)